Tocantins
Pesquisa:
Sábado, 19 de Abril de 2014
Guia Cultural

Teatro SESC Palmas recebe a peça "Dois idiotas sentados cada qual no seu barril"

     A Cia tocantinense Chama Viva volta ao palco no próximo dia 18, no Teatro SESC Palmas, dentro do projeto 5ª Cultural realizado pelo Banco da Amazônia para estrear a sua 21ª montagem teatral, desta feita com uma peça baseada na obra da escritora Ruth Rocha Dois idiotas sentados cada qual no seu barril.

      

     A montagem do espetáculo é patrocinada pelo Programa Palmas pra Cultura da Prefeitura de Palmas e tem a direção e atuação dos atores Juliano Gomes e Nival Correia. A estréia está confirmada para dia 18/08, quinta-feira e a entrada será 2 kg de alimentos não perecíveis destinados a atender instituições sociais cadastradas previamente junto ao Banco da Amazônia. Depois da estréia no dia 18, o espetáculo segue em temporada no Teatro SESC Palmas nos dias 19, 20 e 21 de agosto com sessões sempre ás 20h00  e os ingressos serão vendidos ao preço de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

      

     Chama Viva e a obra de Ruth Rocha

      

     Uma das marcas do Grupo Chama Viva ao longo dos últimos 26 anos tem sido a realização de espetáculos baseados em obras de grandes autores e sintonizado com uma estética apoiada na pesquisa e no aprimoramento dos elementos que compõe a arte teatral. Ruth Rocha é uma das mais importantes escritoras brasileira e a peça Dois idiotas sentados cada qual no seu barril remete o expectador a uma reflexão sobre a intolerância, tema que é  explorado com leveza e graça através da atuação clawnesca dos atores Juliano Gomes e Nival Correia.

      

     A obra de Ruth Rocha é a vigésima primeira montagem do Grupo Chama que já encenou textos de Federico Garcia Lorca, João Bithecourt, Pedro Tierra, Groucho Marx, Bertolt Brecht, Luiz Alberto de Abreu, Ziraldo, Pierre de Marivaux, dentre outros.

     A montagem é dirigida a toda e qualquer pessoa que se dispor a prestigiar o resultado de um trabalho de pesquisa que vem sendo desenvolvido há anos pelos atores Juliano Gomes e Nival Correia. A cenografia é simples e utilitária com todos os objetos de cena confeccionados com material reciclável pela artista plástica Sandra Oliveira.

      

     A peça apóia-se no conflito entre os personagens Teimosinho e Mandão, o que em tempos de globalização e de forte apelo às relações virtuais o Grupo Chama Viva acredita ser um ponto máximo que somente o teatro continuará a exercer, pois é uma arte viva, capaz de colocar o homem com seus conflitos éticos e morais diante de si mesmo, fazendo o refletir e também divertir.   Função essencial do teatro.

     

      Sinopse

     
Os personagens Teimosinho e Mandão passam a vida medindo forças, gerando um jogo carregado de conflitos onde o poder é o prêmio e, também, motivo de insanidade, favorecendo a pré-disposição humana ao egoísmo e ao desrespeito mutuo.

      

     
A intolerância é atônica do espetáculo revelando a imbecilidade humana onde os dois personagens, cada um em cima do seu barril de pólvora, discutem o tempo todo sobre quem vai atirar primeiro o fogo no barril.

      

     O duelo é feito com muita graça e leveza aonde Teimosinho e Mandão  chegam a remeter o expectador a lembranças de personagens consagrados na memória do público como o Gordo e o Magro, os Irmãos Marx e a famosa rivalidade supostamente existente entre Buster Keaton e Charlie Chaplin.

      

     É um espetáculo divertido, engraçado e leve tendo como fundo uma reflexão sobre o homem.

      

     
Ficha Técnica:

Texto - Ruth Rocha

Atuação e direção - Juliano Gomes e Nival Correia

Iluminação - Lúcio de Miranda

Operação de som - Álvaro Tavares

Coreografias e maquiagem - Taty Dias


Figurinos:

Chama Viva

Confecção de objetos de cena - Sandra Oliveira

Pesquisa trilha sonora - Juliano Gomes e Nival Correia


Fotografias:

Fernando Alves/ Ascop

 
Material gráfico e produção de VT

Caio Brettas


Patrocínio:

Programa Palmas pra Cultura – Prefeitura de Palmas


Produção:

Chama Viva Cia de Teatro de Tocantins


Realização:

Projeto 5ª Cultural

Banco da Amazônia
 

Parceria:

Fundação Cultural de Palmas
 

Apoio:

Teatro SESC Palmas

Postado por Camila Thieme em 17/08/2011.
areas de atuacao
Teatro
Música
Cinema
Dança
Literatura
Artes Plásticas
Ouvidoria Cultural.
Aqui você colabora com sugestões, pedidos e reclamações.
SESC no Brasil
Acre Distrito Federal Minas Gerais Rio de Janeiro São Paulo
Alagoas Espirito Santo Pará Rio Grande do Norte Sergipe
Amapá Goiás Paraíba Rio Grande do Sul -----------------
Amazônas Maranhão Paraná Rondônia Departamento Nacional
Bahia Mato Grosso Pernambuco Roraima
Ceará Mato Grosso do Sul Piauí Santa Catarina
Desenvolvido por ASTI - Assessoria de Tecnologia da Informação - Serviço Social do Comércio do Estado do Tocantins - SESC/TO | BRASIL |