OFICINAS – Projeto Palco Giratório do Sesc realiza mesas-redondas

Em 01/10/2021 às 08:47:45  - Atualizado em 01/10/2021 às 08:47:45


A 23ª edição do Projeto Palco Giratório do Sesc irá promover o Pensamento Giratório nos dias 06, 07, 08, 14, 18, 19, 26 e 27 de outubro. Será um momento aberto ao público para reflexão e discussão.  A ação conta com a participação de um grupo do circuito do Palco Giratório e de um convidado especial para uma mesa-redonda. Todo o evento é gratuito e a inscrição prévia pode ser feita no formulário https://bit.ly/3kQZLrC. Quem se inscrever receberá o link para a participação 1 dia antes do evento. A duração do Pensamento Giratório será de 1 hora. Informações pelo email cultura@sescto.com.br ou pelo telefone (63) 3212-9954.

 

O Palco Giratório é um projeto do Sesc Nacional que tem como objetivo o desenvolvimento das artes cênicas no Brasil. Desde 1998, o Palco Giratório busca enfrentar o grande desafio desse segmento: o intercâmbio e a difusão de espetáculos.  Além da difusão, nas apresentações de trabalhos de teatro, dança, circo, intervenção urbana e performance, acaba se constituindo em uma formulação de pensamento, de reflexão e conhecimento, ao unir espetáculos, oficinas, intercâmbios e debates sobre a cena teatral brasileira.

 

Tema: O medo à distância e o processo de catarse

Dia 06/10/2021 (quarta-feira)

Horário: 16 horas

Local: Google Meet

Com o Coletivo Órbita (RS) - Atriz Camila Pasa, Ator e Diretor João Pedro Decarli, Ator Rodrigo Waschburger, Iluminador Bathista Freire E Sonoplasta Rafael Decarli.

Convidado: Marcial Asevedo (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

Não falamos sobre o medo, mas ele existe, em todas e todos nós. É um sentimento comum e necessário ao desenvolvimento humano. Através do medo detectamos situações de risco e podemos decidir recuar ou não. Na trama de Macbeth, o tirano segue seu plano de traição até atingir sua expectativa ambiciosa e tornar-se rei, porém mesmo rei ele morre, e com ele morre também a possibilidade de um final feliz. Segundo Harold Bloom, professor e crítico literário, “Macbeth sofre intensamente de saber que faz o mal, e que tem que seguir fazendo coisas cada vez piores. Shakespeare se assegura de maneira bastante aterradora de que somos Macbeth; nossa identificação com ele é involuntária, mas inescapável”. Devemos trazer à tona dúvidas e conflitos inerentes ao ser, que sente dor, sente angústia, raiva e medo e a partir disso estabelecer processos catárticos em que o indivíduo, seja criança ou adulto, possa expurgar conflitos e traumas. Indo um pouco mais além, Shakespeare proporciona reflexões sobre esses sentimentos por um viés que pode também ser leve, divertido, acolhedor, sem que para isso seja preciso amenizar a dor e a morte.

 

Tema: Como se dá a construção da autoimagem de uma criança negra?

Dia 07/10/21 (quinta-feira)

Horário: 16 horas.

Local: Google Meet

Com o Coletivo Preto (RJ) - Orlando Caldeira e Drayson Menezzes

Convidada:  Bárbara Tavares (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

O Coletivo Preto propõe uma conversa sobre “Representatividade Negra - de Criança a Adulto”, pensando narrativas positivas, autoimagem na infância e passando pelo Projeto IDENTIDADE, uma exposição fotográfica que apresenta ícones da cultura pop mundial representados por pessoas negras. Esta exposição foi criada por Noemia Oliveira e Orlando Caldeira.

 

Tema: A importância da palhaçaria e das artes circenses na criação e potencialização dos afetos nas relações interpessoais.

Dia 08/10/21 (sexta-feira)

Horário: 16 horas.

Local: Google Meet

Com o Circo a Céu Aberto (RJ) - palhaço Fabiano Freitas.

Convidado: Cia. Os Kaco (TO)

Mediação: Renata Patricia (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

Relações estas no contexto de uma vila do interior, no caso, o Sana, onde o palhaço Fabiano Freitas reside há mais de dez anos, e vem desenvolvendo atividades circenses junto à comunidade. Dentre os assuntos, destaca-se o perfil biográfico do artista, que empreendeu projetos artísticos na região, e o histórico do Sana, local de encontro entre moradores locais e turistas de todo o país.

 

Tema: Processos criativos de espetáculos de teatro de sombras e suas adaptações audiovisuais.

Dia 14/10/21 (quinta-feira)

Horário: 16 horas.

Local: Google Meet

Com a Cia Luminato (DF) - Soledad Garcia e Thiago Bresani

Convidada: Bárbara Tavares (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

A companhia Lumiato propõe um espaço para compartilhar questionamentos que atravessam os processos criativos de espetáculos de teatro de sombras e suas adaptações audiovisuais na atualidade. Novos desafios surgem na reconfiguração dos elementos que compõem a cena, a geração de sentido utilizando signos e símbolos e a consequente transformação das poéticas no teatro de sombras contemporâneo.

 

 

 

Tema: Corpo e potência virtual espetacular

Dia 18/10/21 (segunda-feira)

Horário: 18 horas.

Local: Google Meet

Com LUME Teatro (SP) – Renato Ferracini

Convidado: Marcial Asevedo (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

O corpo é uma potência poética virtual a ser explorada em seu limite para uma possível atualização espetacular, e esse é o trabalho de base de toda a história de pesquisa do LUME: ativar potências no e do corpo em sua fronteira expressiva. Partindo desse locus perguntamos: Como pensar o corpo para além de suas cisões e funções utilitaristas? Como problematizar um corpo em arte em seu enlace político, ético e estético?

 

Tema: Encontros, acessos e processo criativo.

Dia 19/10/21 (terça-feira)

Horário: 18 horas.

Local: Google Meet

Com LM Produções (RS) – Luciano Mallmann

Convidada: Renata Patrícia (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

A partir do Vídeo Desmontagem do espetáculo Ícaro, o encontro promove uma discussão sobre inclusão, limitações humanas (visíveis ou não), preconceito (capacitismo), superação e resiliência. A discussão sobre processo de criação do espetáculo e construção do texto permite a quebra de paradigmas sobre a forma como a deficiência é vista por grande parte das pessoas.

 

Pensamento Giratório a partir da exibição do filme média-metragem VAGA CARNE, dirigido por Grace Passô e por Ricardo Alves Jr., 2019.

Dia 26/10/21 (terça-feira)

Horário: 16 horas.

Local: Google Meet

Com Ricardo Alves Jr (MG)

Convidada: Bárbara Tavares (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

Além da exibição do filme, será realizado um bate-papo com Ricardo Alves Jr sobre a construção e os desdobramentos de VAGA CARNE, que deu origem a três linguagens de trabalho: peça, livro e filme

 

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

Tema: Povos Originários e suas Poéticas

Dia 27/10/21 (quarta-feira)

Horário: 18 horas.

Local: Google Meet 

Com a Cia. Garatuja de Artes Cênicas (AC) - Regina Cláudia Morais de Souza, Ivan Ferreira de Castela, Marina Vaz Luckner e Núbia Aparecida Alves.

Convidado: Marcial Asevedo (UFT)

Público-alvo: Artistas de teatro, da dança e do circo, professores, estudantes de artes cênicas, estudantes de Ensino Médio e Superior e demais interessados na temática.

 

O projeto traz para girar na roda da cultura brasileira toda uma poética existente na história dos povos da floresta. O pensamento giratório tem contribuído para o conhecimento intelectual do povo brasileiro e é a partir desse modo de fazer e de pensar que, iremos contribuir com a história do povo originário  e toda a sua riqueza cultural, ampliar esse olhar para os amazônidas, mesmo que estejamos falando da mulher indígena Huni Kuin, estaremos também mostrando uma cultura que está sofrendo perdas, em todo território nacional, se faz necessário que as culturas indígenas tenham visibilidade e as artes cênicas tem contribuído para a amplitude desse conhecimento.

 

Sobre o Sesc

O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma entidade privada sem fins lucrativos administrada pela Fecomércio Tocantins, que é ligada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, são oferecidos serviços e ações que melhoram a qualidade de vida dos brasileiros através de suas mais de 580 unidades por todo o país.

 

Serviço

Cultura – Pensamento Giratório do Projeto Palco Giratório do Sesc

Atrações: Mesas-redondas para reflexão e discussão

Datas: 06, 07, 08, 14, 18, 19, 26 e 27 de outubro

Local: Google Meet

Inscrição: https://bit.ly/3kQZLrC

Valor: Gratuito

Informações: (63) 3212-9954 ou pelo email cultura@sescto.com.br

 

Imagem disponível para download: https://bit.ly/3CZaoyO

 

www.sescto.com.br

Twitter: @sescto

Facebook: www.facebook.com/sescto 

Instagram: @sesctocantins

Youtube: SESCTO

TikTok: @sesctocantins

 

(Texto: Assessoria de Comunicação Sesc - TO)

Serviço: Assessoria de Comunicação do Sesc Tocantins - Contato: (63) 9 9974-9726.

Coordenador de Comunicação do Sesc - TO: Renato Klein

Licença: Os textos podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte.