EXPOSIÇÃO – Sesc apresenta a exposição coletiva Vestígios

Em 07/10/2021 às 09:03:42  - Atualizado em 13/10/2021 às 09:11:44

 

No dia 14 de outubro, a galeria de artes do Centro de Atividades do Sesc em Palmas (502 Norte), vai receber a exposição coletiva Vestígios. Na abertura oficial, marcada para o dia 15, às 21h, vai acontecer um bate papo no canal oficial do Sesc Tocantins no Youtube (youtube.com/SESCTO) com os artistas Júlia Bertú, Flávia Ventura, Isabel Miranda, Mariana Hauck, Lívia Lopes, Flávia Teles, Dolores Orange, Cláudia Figueiredo, Flávia Pedroni, Sara Campos e com Lívia Lopes, curadora da exposição. As obras ficarão em exposição até o dia 22 de novembro. Vale lembrar que todas as exposições do Sesc Tocantins na Galeria de Artes são gratuitas. Informações e visitas mediadas pelo telefone (63) 3212 9922 ou pelo e-mail: artesplasticas@sescto.com.br.

 

A exposição Vestígios aborda a potência de criação da mulher em coexistência com o espaço físico e metafísico que ela representa e que a cerca. São vestígios de existência em espaços habitados, mas também vestígios observáveis deixados por meio da matéria em seu processo de criação. É pensando no protagonismo da mulher em seu próprio processo criativo que a proposta traz a ação vestigial de corpos que resistem às condições históricas de subjugação, colocando-se como criadoras da própria marca no mundo.

 

A exposição, que conta com 15 trabalhos de 10 jovens artistas brasileiras que vivem e trabalham em Belo Horizonte, reflete suas vivências transitando entre objeto material, imaterial e metafórico. Propõe-se, assim, a apresentação de obras em diversas linguagens, passando por fotoperformance, videoarte, fotografia e instalação. Cada artista participa trazendo suas questões individuais, que acabam por reverberar em debates coletivos, abordando o lugar que a mulher ocupa enquanto protagonista de suas inquietações.

 

“Há séculos as mulheres têm sido sistematicamente excluídas ou apresentadas de formas estereotipadas ou tendenciosas, o que criou uma situação difícil de solucionar, pois as oportunidades para fazê-lo ainda são muito limitadas e várias das mesmas estruturas de preconceito e exclusão ainda prevalecem. (...) Entre os estereótipos que definiram artistas mulheres na América Latina está a própria invisibilidade delas, uma crença tácita de que não são boas o suficiente, portanto não existem.” (Cecilia Fajardo-Hill, Mulheres Radicais – Arte Latino-Americana, 1960-1985).

 

Foi no sentido de dar visibilidade ao olhar feminino dessas mulheres e reforçar o seu protagonismo que Vestígios foi concebida. Dialoga diretamente com Louise Bourgeois (1911-2010), para a qual uma atitude artística faz com que o corpo encontre um prolongamento de si nos objetos que anima. Os trabalhos da exposição são expressões e prolongamentos do íntimo de cada artista, traduzem como cada uma se relaciona com a questão do feminino e seu modo de se conectar com os espaços que habita. O lugar de pertencimento, assim como a utilização do corpo como ferramenta política para manifestar a arte, uma vez abordado na obra da artista Ana Mendieta (1948-1985), se apresentam nas proposições artísticas dessa mostra e fazem do corpo uma forma de expressão, provocando um debate sobre o lugar da mulher no mundo e seus anseios. As obras da exposição perpassam diferentes processos, mas carregam em comum reflexões sobre gênero, corpo, matéria, espaço e tempo. A composição da exposição como um todo – passando pelas cores e temperaturas – constrói diferentes narrativas no espaço, transitando entre ambientes densos/silenciosos e pujantes/intensos, representando as inquietudes femininas em urgência de extravasamento. Vestígios exibe trabalhos que traduzem marcas, rastros, resquícios e reminiscências e trazem vestígios do moldar, do se moldar; vestígios das artistas em suas obras ou das obras nas artistas. Vestígios de si e dos outros, dos pensamentos, vivências, dos gestos e do próprio ser.

 

A exposição coletiva Vestígios vai ficar aberta ao público até o dia 22 de novembro. todas as exposições do Sesc Tocantins na Galeria de Artes são gratuitas. Informações e visitas mediadas pelo telefone (63) 3212 9922 ou pelo e-mail: artesplasticas@sescto.com.br.

 

Sobre o Sesc

O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma entidade privada sem fins lucrativos administrada pela Fecomércio Tocantins, que é ligada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, são oferecidos serviços e ações que melhoram a qualidade de vida dos brasileiros através de suas mais de 580 unidades por todo o país.

 

Serviço

Cultura – Exposição

Ação: Realização da Exposição a exposição coletiva Vestígios

Local: Galeria de Artes do Centro de Atividades do Sesc em Palmas (502 Norte)

Visitação: de 15 de outubro a 22 de novembro de 2021

Abertura oficial: 15 de outubro, às 21h, no Youtube SESCTO

Entrada: gratuita

Informações e visita mediada: artesplasticas@sescto.com.br ou pelo telefone (63) 3212 9922.

 

Imagem disponível para download: https://bit.ly/3afsmkj

 

www.sescto.com.br

Twitter: @sescto

Facebook: www.facebook.com/sescto 

Instagram: @sesctocantins

Youtube: SESCTO

TikTok: @sesctocantins

 

(Texto: Assessoria de Comunicação Sesc - TO)

Serviço: Assessoria de Comunicação do Sesc Tocantins - Contato: (63) 9 9974-9726.

Coordenador de Comunicação do Sesc - TO: Renato Klein

Licença: Os textos podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte.